• PELO FIM DOS CANUDOS PLÁSTICOS NÃO BIODEGRADÁVEIS EM PALMARES-PE
    O canudo de plástico representa 4% de todo o lixo do mundo, e por ser feito de polipropileno e poliestireno (plástico), não é biodegradável, podendo levar até mil anos para se decompor no meio ambiente. O plástico também é fonte de formação de Microplastico, o formato mais prejudicial do plástico, que já está presente nos alimentos, no sal, nos organismos e até BA água potável do mundo inteiro. Também é o maior causador de danos e mortes em animais marinhos. Estima-se que 90% das espécies marinhas tenham ingerido produtos de plástico em algum momento. Esses dados não vão diminuir de uma hora pra outra. Precisamos tomar medidas e estabelecer metas que acabem com esses danos.
    17 de 100 Assinaturas
    Criado por Wildally Souza Picture
  • ARBORIZAÇÃO PÇA JOÃO ROCHA MACHADO - UIBAÍ
    Plantas exóticas não-nativas, como as palmeiras, podem agir como intrusas afetando o equilíbrio do ecossistema, utilizando demasiados recursos hídricos, além de não promoverem a sombra necessária para a população que circula na área citada. Cultivar espécies arbóreas próprias do bioma Caatinga tem grande importância ecológica e ajuda a promover a valorização da flora local. ASSINE ESSA PETIÇÃO, COMPARTILHE, APOIE A INICIATIVA para que possamos gerar mudanças significativas e preservar nosso pé de serra! Para saber mais, SIGA O @movimentomenosum !
    584 de 600 Assinaturas
    Criado por Ruth Hiorrane Reis
  • A Amazônia Precisa de Você!
    É importante para a preservação de muitas espécies de animais e plantas que vivem na Amazônia,é importante para conservação dos povos indígenas, é importante para o clima é de extrema importância para o futuro da humanidade.
    7 de 100 Assinaturas
    Criado por Breno Da Pantoja
  • Recicle a alma !!!
    Por todos os pontos que pontuei acima, mas sobretudo por seu caráter extremamente urgencial.
    6 de 100 Assinaturas
    Criado por Charlles Dias Carvalho
  • DEGRADAÇÃO DO ARROIO BARNABÉ
    O arroio Barnabé se localiza no Município de Gravataí. O município de Gravataí apresenta um relevo inclinado em direção ao leito do rio Gravataí, escoamento significativos até as áreas mais planas, formadoras da planície de inundação natural. A sub-bacia hidrográfica do arroio Barnabé compõe a margem direita do baixo trecho da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí Essa Bacia, que possui uma área aproximadamente de 2. 020 km². Integra os municípios de Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha, Canoas, Porto Alegre, Alvorada e Viamão, apresentando relevante importância social, econômica, cultural, e ambiental no Estado. O rio Gravataí é um rio de planície, cujas cotas altimétricas não são superiores a 20 m. Apresenta grande variabilidade, tanto na largura, entre 8 e 20m, quanto na profundidade, tem baixa velocidade de fluxo, pouca capacidade de diluição dos poluentes e baixa depuração das cargas poluidoras.
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Oliveira Ferragens
  • DIGA NÃO AOS PRÉDIOS DE 7 ANDARES NA ILHA COMPRIDA (ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL)
    Garantir a participação da população e dos aspectos legais na construção do planejamento urbano do município e garantir a preservação de um importante ecossistema e toda sua biodiversidade.
    4.099 de 5.000 Assinaturas
    Criado por Rogerio Revitti
  • Bitucas poluem e matam: Pressione os fabricantes e governos para ações urgentes!
    Precisamos cobrar ações diretamente dos governantes e dos grandes fabricantes de cigarro pela crescente preocupação com o meio ambiente por todo o mundo, visando especialmente o Brasil com as questões das crescentes queimadas e mudanças climáticas, pelas espécies e ecossistemas em risco de extinção, afinal, as bitucas de cigarros são um dos maiores poluentes mundiais e responsáveis por contaminação das águas, precipitação de incêndios nas florestas e tão pior, pela morte e extinção de espécies de aves e animais marinhos.
    8 de 100 Assinaturas
    Criado por Carla Gomes
  • Alterações climáticas
    É importante lutar contra as alterações climáticas pois segundo o Greenpeace ,as emissões de gases do efeito estufa aumentaram ao longo dos últimos 10 anos mais rapidamente que durante todo o período entre 1970 a 2000.isso significa que se não controlarmos as nossas emissões de gasses teremos consequencias graves como: aumento de chuvas em algumas regiões ,aumento no nível do mar ,a saúde humana sera afetada diretamente com problemas de alergias, doenças transmitidas por mosquitos e etc.
    8 de 100 Assinaturas
    Criado por vitória camargo
  • NÃO AO DESMATAMENTO NA ZONA SUL DE PORTO ALEGRE
    Caros amigos e amigas, vamos lutar para que juntos consigamos DERRUBAR essas licenças de desmatamentos das matas na zona sul. Vamos defender nossa fauna, nossas matas, precisamos manter esse ambiente, essas matas maravilhosas que temos aqui na zona sul de Porto Alegre.
    1.441 de 2.000 Assinaturas
    Criado por Neusa Matos
  • Pelo tombamento do Jardim Alfomares
    É muito importante que o CONPRESP autorize o tombamento do local e impeça a devastação dessa área verde de São Paulo para que todos e as próximas gerações possam ver essa natureza viva, com suas árvores, pássaros e animais. História: “No final da rua da Fraternidade, no Alto da Boa Vista, não muito afastado do centro do bairro e ex-município de Santo Amaro, hoje parte do município de São Paulo, existe um portão de ferro trabalhado... e uma placa de cerâmica escrita: Rua da Fraternidade. Do lado esquerdo, outra placa, mas de folha-de-flandres, com o nome Jardim Alfomares... Isto porque, do outro lado do portão, existe um bosque...” (Blog de Ralph Giesbrecht) “Alfomares é uma gleba de terra incrustada no Alto da Boa Vista que pertenceu a Alfonso Martin Escudero, nascido em 10/06/1911, na Espanha. De família numerosa, o rapaz foi trabalhar como representante de tecidos. Muito trabalho e tempo depois, com conhecimento adquirido, participou de uma sociedade para atacado de tecidos. Casou-se com Lucía Lavandera Espina (faleceu em 21/07/2979). Em 1955, mudou-se para São Paulo, onde já havia algumas indústrias espanholas que ampliavam seu campo de desenvolvimento. Com o governo de Juscelino Kubitchek, que proporcionava subsídios para aplicação de capitais a lucros vultosos, fundou o Banco Alfomares, em 1968, que foi adquirido pelo Banestado do Paraná. Faleceu em São Paulo no dia 02/03/2990 e seus bens passaram a ser propriedade da fundação Alfonso Martin Escudero, em Madri. Surge a filha adotiva, residente na Espanha, Bianca Antonia Martin Escudero, que passa a ser legítima proprietária dos bens do pai.” (matéria de Carlos Fatorelli sobre a história do Jardim Alfomares, descrita no site www.emsintonia.com.br)
    6 de 100 Assinaturas
    Criado por Ângela Martins
  • É hora de deixar o Haiti em paz!
    Porque o presidente não destina verbas para melhorar a infraestrutura e no cenário atual, as doenças estão piorando a situação do país
    11 de 100 Assinaturas
    Criado por Bruna Cavalcante
  • CAMPANHA PELA PRESERVAÇÃO DA AMAZÔNIA
    É importante para a sustentabilidade da fauna e da flora da Amazônia.
    15 de 100 Assinaturas
    Criado por Miguel Adler