• Salvar a APA de Campinas
    Preservação do meio ambiente da fauna e da flora local, além de impedir o crescimento desordenado na região
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Venancio Picture
  • Mata atlântica viva
    Há anos nossas florestas vem sofrendo com o desmatamento tanto de grandes corporações quanto de pessoas que são vítimas do descaso gerado pelo estado, não tendo seu direito a uma moradia justa acabam invadindo um patrimônio de grande valor para nós e para as futuras gerações, dentro da cidade de São Paulo uma das maiores cidades do mundo temos uma potencia de mata incrível, a serra da cantareira localizada na zona norte de São Paulo tem bioma mata atlântica um dos biomas mais ricos do mundo só aves temos mais de 300 nesse pequeno fragmento de mata, tendo visto sua potencialidade é de grande importância mantela de pé.
    2 de 100 Assinaturas
    Criado por Jonatas Ramos
  • VELHO CHICO VIVE
    Os órgãos envolvidos desconsideram a crise que vivemos na bacia em função da baixa vazão do rio, que afeta todas as regiões, na qual as vazões ecológicas das barragens que já existem tiveram seus limites alterados para baixo - não há água suficiente nem mesmo para produzir a energia projetada nas UHEs localizadas na região sub média e baixa da bacia. É importante reiterar que a usina coloca em risco a sobrevivência de inúmeras comunidades tradicionais que vivem não só na região, mas em toda a bacia, como povos indígenas, comunidades quilombolas, pescadoras, vazanteiras e pequenos agricultores É importante preservar o Rio São Francisco tão prejudicado pelas intervenções humanas.
    2 de 100 Assinaturas
    Criado por Coletivo Velho Chico Vive
  • Proibição de venda de carros a gasolina e diesel
    O transporte é uma das maiores fontes de poluição do ar e tem um impacto negativo significativo no meio ambiente e na saúde humana. A poluição do ar causa mais de 7.700 mortes prematuras a cada ano a um custo de mais de 36 bilhões de euros. Outros países ao redor do mundo - incluindo França, Reino Unido, Noruega e Holanda - estão tomando medidas decisivas para proibir a venda de carros a gás e diesel até 2040 ou mais cedo e para abrir caminho para inovações e alternativas mais ecológicas. A China, o maior mercado de automóveis do mundo, também planeja interromper a produção de veículos a gás e diesel. Se governos de todo o mundo fizerem essas declarações, as montadoras serão forçadas a fazer alterações em seus produtos e os investimentos em infraestrutura mais limpa serão acelerados. É hora de planejar um futuro mais verde, proibindo a venda de carros a gás e diesel até 2040 ou mais cedo. Assine e compartilhe esta petição hoje.
    2 de 100 Assinaturas
    Criado por Slava Digriz Picture
  • Evitar emissões de CO2 dos veículos
    Estima-se que existam cerca de 1,4 bilhão de carros, ônibus e caminhões no mundo. Se pararmos de usar até um quarto dos veículos no mundo por um período de 24 horas, impediremos que 52.500 toneladas de CO2 sejam liberadas. Isso nem leva em consideração todos os outros gases e partículas de efeito estufa liberados pelos carros. Inscreva-se nesta petição e caminhe ou ande de bicicleta por um dia e, se um número suficiente de pessoas fizer isso, ajudaremos significativamente nosso planeta em deterioração. Se for bem-sucedido, este evento poderá se tornar anual e, com sorte, mais e mais pessoas poderão participar.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Slava Digriz Picture
  • PEDIR UMA FASE DE VEÍCULOS A GASOLINA
    A extração, transporte, refino e uso de petróleo e gasolina causam danos a pessoas, ar, água, terra, animais e plantas. A exaustão do motor a gasolina polui o ar, causando asma, doenças cardíacas e pulmonares, câncer, demência e milhares de mortes prematuras a cada ano. A exaustão de veículos afeta crianças, comunidades desfavorecidas e comunidades de cor, com impactos desproporcionais à saúde, finanças e qualidade de vida. No passado, adotamos regulamentos razoáveis ​​para veículos para exigir cintos de segurança, airbags, conversores catalíticos, gás sem chumbo e outras melhorias para proteger a saúde e a segurança. É hora de agir novamente. A eletricidade já é viável como uma alternativa limpa à gasolina. Os custos de combustível e manutenção de um veículo elétrico já são mais baratos que os dos carros a gasolina, e os preços das vinhetas de veículos elétricos devem ser mais baratos em meados da década de 2020. Para proteger a saúde pública, limpar o ar, retardar o aquecimento global e promover a justiça econômica e ambiental, pedimos a nossos funcionários locais, estaduais e federais que garantam que, a partir de 2030 ou mais cedo, todos os novos veículos vendidos sejam veículos limpos, sem emissão de carbono, não veículos a gasolina ou diesel.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Slava Digriz Picture
  • As Três Praias precisa do Espírito Santo
    A preservação das matas do mar da fauna marinha está sendo ameaçada, o acesso das pessoas a praia já que será um condomínio privado. Asfalto e esgotos e a derrubada de matas nativas.
    9 de 100 Assinaturas
    Criado por Fabíola Cristina Peterle Lisboa
  • Queremos um Sistema Cicloviário em São João da Boa Vista!
    Políticas públicas de incentivo ao uso de transportes ativos podem trazer uma série de benefícios, como: Segurança: Com um sistema cicloviário, os ciclistas terão mais segurança durante seu deslocamento. Os modos ativos de transporte são frágeis quando comparados, em velocidade e tamanho, aos veículos motorizados; a utilização de um espaço delimitado para o modo diminui os riscos de acidentes para pessoas que utilizam meios de transportes ativos. Benefício ao comércio: Os ciclistas que passarem pelos comércios serão clientes em potencial, afinal, com baixa velocidade e sem exigência de grande espaço de estacionamento, a chance de entrar para conhecer um serviço ou um produto é maior. Saúde pública: Ao utilizar meios de transportes ativos, o cidadão abandona o sedentarismo, diminuindo riscos de problemas de saúde decorrentes dele. A realização de atividade física regular previne doenças cardíacas e AVCs, hipertensão, ajuda a controlar o diabetes, aumenta a resistência aeróbica e reduz a obesidade. Contribui com a redução da poluição, já que os transportes ativos não poluem, o que resulta na diminuição de doenças respiratórias causadas pela poluição e nos gastos com dinheiro do sistema de saúde e da população com medicamentos para tratar estas doenças. Isto é, utilizar de modos ativos de transporte significa melhora na qualidade de vida. Benefício a cidade: Bicicletas e outros modos ativos não poluem, ou seja, com a redução de transportes motores e aumento de outros meios de transporte, o ar ficará menos poluído e consequentemente, a qualidade do ar será melhor, afetando direto e positivamente o meio ambiente. Além disso, a bicicleta é um veículo silencioso, o aumento significativo de seu uso e a redução de veículos motorizados contribuirá para redução da poluição sonora da cidade. Menor custo: Vias para bicicletas tem um custo muito menor que as vias para veículos motorizados, tanto para sua construção, quanto para sua manutenção. Prioridade: Uma das diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que tem força de Lei Federal (Lei N°12.587/2012), coloca a bicicleta como prioridade sobre os outros veículos motorizados, onde lê-se: “prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados”, enquanto outra trata da utilização das vias públicas, onde diz “dedicação de espaço exclusivo nas vias públicas para os serviços de transporte público coletivo e de modos de transporte não motorizados”.
    2 de 100 Assinaturas
    Criado por Natan Batissoco Picture
  • Fim das sacolas dos supermercados em “salvador” BA
    Primeiro porque ela mexe com o nosso bolso. Aqui em salvador, pra levar sacolinha do supermercado as vezes é preciso pagar. No geral, o custo de cada sacola fica em torno de 20 centavos. Então pensa o quanto não custa pras famílias que fazem aquelas compronas de mês? Outra questão grave são as sacolinhas verdes (e cinzas) que sempre colocam no lugar pra dizer que a empresa ( Rede de supemercados ) mudou está mais verde . Bom todos nós sabemos que de verde elas não têm nada . Ainda que sua composição seja mais de 50% de materiais biodegradáveis, o resto ainda é plástico, que no Brasil praticamente não é reciclado. Ou seja, ainda é um lixinho desnecessário. Conscientização A análise, a discussão e a divulgação de todos os argumentos prós e contras em relação ao uso de sacos plásticos é o ponto chave para gerar a conscientização ambiental. O início de uma mudança cultural e estrutural na relação do poder público, poder privado e sociedade com os resíduos, é necessária. O cidadão tem que enxergar o seu papel nessa nova cultura que está sendo proposta. Saber da sua responsabilidade e agir de forma ativa na busca por um descarte adequado dos resíduos produzidos. Só assim as normas estabelecidas a favor do meio ambiente serão colocas em ação pelas pessoas. Elas têm que se sentir parte de um processo, no caso da coleta seletiva, e não simplesmente serem privadas de usar um recurso tão comum no seu dia a dia sem maiores explicações. Todo plástico já produzido ainda existe. Eles demoram 400 anos para se decompor. Se continuarmos os consumindo de maneira irresponsável, até 2050 poderá haver mais plástico que peixes nos oceanos. .
    5 de 100 Assinaturas
    Criado por Maicon Alves fagundes Picture
  • Melhor maneira de carros inteligentes em termos de clima
    Se pensamos que os carros inteligentes para o clima são uma meta que não queremos abandonar, devemos nos perguntar como podemos alcançar melhor essa meta. Com proibições e restrições ou com medidas onde elas são necessárias para o desenvolvimento de uma frota de veículos livres de fósseis para se mover mais rapidamente. Cenouras são boas e saudáveis. Você pode dirigir carros com cenouras? Sim, é possível depois que um monte de vacas mastigou as guloseimas douradas no chão. Mas é claro que não é proibido queimar biocombustíveis em um motor ... A proibição deve existir Não podemos viver em uma sociedade sem proibição e punição. Se não houvesse proibição de tráfego, teria sido muito difícil usar um veículo, não importa o que esteja sendo conduzido. Mas quando se trata de inovação e novas soluções, a proibição pode ser um garfo que dificulta o desenvolvimento. Focalizando o que você não poderá fazer em dez anos, a possibilidade de estradas e soluções completamente novas é dificultada. Se o atual governo pretende que tudo seja resolvido com veículos elétricos, isso pode ser, no mínimo, difícil. A eletricidade também deve ser produzida de maneira inteligente para o clima, e até agora não é possível dizer que os veículos elétricos forneçam a energia e o momento desejados por indivíduos e pela comunidade empresarial. Recompensas são melhores que punições Todo mundo que tem filhos sabe que as cenouras funcionam. Você pode fazer a maioria das coisas, pois resulta em maior dinheiro de bolso, um sorvete ou uma excursão. Com a punição como força motriz, às vezes pode ser preocupante. Os jovens ficam contentes em contornar as regras, para não dizer trapacear, a fim de evitar a punição, mas ainda não precisam acrescentar a porcaria. Aparentemente, esse também é o caso de nós, adultos. Portanto, banir os carros que não queremos viver sem pode ser problemático e pode levar a novos problemas como resultado de trapaça e mentiras.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Slava Digriz Picture
  • Mais respeito ao projeto de recuperação de uma mata ciliar
    Este local antes de ser recuperado vinha sofrendo serviços pela prefeitura que entrava com maquinas retroescavadeiras dentro do rio e destruia a mata ciliar, destruia o leito do rio, destruia todo o habitat principalmente de caranguejos pois a area recebe influência das variações das marés. Conseguimos recuperar o habitat dos caranguejos, conseguimos recuperar a qualidade da agua do rio, conseguimos conter os assoreamentos e conseguimos observar a volta de diversas espécies de animais silvestres e aves marinhas como martim pescador, garças, temos a presença de urutaus, preás e inúmeras especies de pássaros. A área verde traz conforto acustico à região, valoriza os imóveis, traz conforto climático.
    36 de 100 Assinaturas
    Criado por Vania Carrozzo
  • Não a Usina Nuclear em Itacuruba
    A cidade já sofreu bastante com a mudança de local devido a barragem, muitos foram embora para outras áreas nos chamados projetos, não tiveram o apoio necessário do governo. Hoje a cidade tem menos de 5.000 habitantes, além dessa Usina Nuclear que traz riscos a população e toda a região corre o risco de ser rebaixada por conta de uma ideia do governo de acabar com municipios abaixo de 5.000 habitantes.
    6 de 100 Assinaturas
    Criado por Rilmar Cantarelli Feitosa