• Não aterre os manguezais de Aracaju-SE
    Os manguezais são um dos ecossistemas mais importantes para rios e mares. Além de apresentarem uma beleza extraordinária, são Berçários naturais de diversas espécies de animais. Os manguezais são importantes para manter os rios vivos e para nos manter vivos também. Muitas pessoas dependem da pesca de peixes e mariscos, os quais dependem dos manguezais para se reproduzir! Não deixe nosso manguezal desaparecer!
    31 de 100 Assinaturas
    Criado por Carlisson Melo
  • Contra violação ambiental
    Precisamos que as autoridades judiciais impeçam que haja mais uma violação à natureza, com consequências na alteração climática e no risco à vida dos moradores. Se não importa simplesmente respeitar a legislação que trata de regular o respeito à natureza com a criação das APAS, nos resta ressaltar os danos ambientais ao clima e à qualidade de vida da vizinhança, que não tem como absorver mais quarenta e quatro famílias numa rua sem saída, num terreno que não foi utilizado à época da construção dos prédios pela excessiva proximidade à montanha. A violação à Reserva São José está diretamente ligada à alteração climática e, principalmente, a perversa especulação imobiliária que expõe famílias ao risco eminente de um possível desastre causado por chuvas fortes, que causam avalanches de vegetação nos morros, a exemplo do que já ocorreu no passado, com o desabamento de um prédio em Laranjeiras e mais recentemente com a tragédia em Muzema. Vidas importam! A natureza importa!
    20 de 100 Assinaturas
    Criado por Thalía dos Santos
  • Protecao da Floresta Camboata
    Porque nessa area existem muitas arvores e especies em extincao como mico leao, capivaras, quatis, papagaios, jacarandas, pau brasil, lontras, e muitas arvores com mais de 500 anos!
    49 de 100 Assinaturas
    Criado por Cristina Amaral
  • Defenda as Dunas da Sabiaguaba
    Regulação/Produção de gases Regulação da composição química atmosférica (balance de CO2/O2; níveis de SO2) através do bosque arbóreo. Produz gases nas fases de decomposição da matéria orgânica, produção de metano e demais compostos através das fases de oxidação e redução. Interfere na composição atmosférica através dos gases emitidos com a produção de matéria orgânica Controle biológico Regulação da dinâmica trófica de populações. Complexa cadeia alimentar com biodiversidade vinculada a mais de 200 espécies vegetais e demais componentes de fauna que promovem fluxos gênicos com os manguezais. Oscilações das marés, relações com os ecossistemas dunar, lacustres e áreas úmidas, com as sazonalidades climáticas, promovem um complexo ecossistema que regula a produtividade primária. Regulação do clima Ameniza as condições climáticas locais através das rajadas de vento associadas ao canal estuarino e o bosque de manguezal, influência no microclima, evapotranspiração e fotossíntese, evapotranspiração nos bosques de dunas fixas e manguezal. Influencia no albedo e promove a captura de dióxido de carbono. A cobertura vegetal evidencia as relações climáticas, pedológicas e disponibilidade de água nos sistemas ambientais. Suplemento de água Armazenamento e retenção da água (dinâmica dos aquíferos e reservatórios). Conjunto de aquíferos associados aos componentes morfológicos do sistema costeiro. Por meio das interconexões com os aquíferos dunar e tabuleiro litorâneo; regula as propriedades físico-químicas das áreas úmidas e do manguezal através dos níveis de salinidade e densidade entre os aquíferos. Disponível através de poços e quando o lençol freático aflora origina lagoas interdunares e no setor entre as dunas e o ecossistema manguezal. Proteção da costa contra extremos (climáticos, deslizamentos, enchentes) e regulação dos sistemas hídricos superficiais e subterrâneos Amortece o efeito do escoamento superficial e processos erosivos derivados das precipitações. Controla o aporte de água doce no aquífero e das enchentes, pois a composição granulométrica favorece a infiltração da água da chuva e a cobertura vegetal minimiza os efeitos erosivos do escoamento superficial. Promove volume de água para os fluxos hidrológicos integrados com a bacia hidrográfica e os demais ecossistemas estuarinos. Os eventos pluviométricos de elevada turbulência são amortecidos no setor das dunas fixas. Durante os eventos de estiagem controla a quantidade e da água disponível para o aquífero dunar (reserva estratégica de água doce). Os eventos pluviométricos de elevada turbulência são amortecidos e distribuídos sobre o bosque de mangue. Produção e distribuição de sedimentos areno-argilosos e dinâmica da cobertura vegetal. Fluxos de matéria e energia consumidos e dissipados através da relação com os demais componentes geoambientais e ecodinâmicos. Amortecimento das consequências previstas pelo aquecimento global O complexo dunar do Cocó atua como sistemas responsáveis pela manutenção das propriedades amortecedoras dos efeitos projetados pelo aumento da temperatura média e subida do nível do mar (erosão costeira, incremento dos extremos climáticos associados às precipitações pluviométricas, salinização do lençol freático e mudanças na dinâmica de produção e distribuição de nutrientes, entre outros). O volume de água doce do aquífero dunar atua como barreira ao processo de salinização dos aquíferos quando da possível entrada da cunha salina. Ciclagem de nutrientes Armazenamento, ciclagem interna, processamento e aquisição de nutrientes (fixação de N, P e outros elementos do ciclo de nutrientes). Os complexos dunar, áreas úmidas e estuarinos integram-se para a produção de nutrientes representando a base da biodiversidade local integrada com o estuário do rio Cocó. Polinização Movimento de gametas para a reprodução de populações. Os fluxos de matéria e energia proporcionam interconexões entre os ecossistemas proporcionando elevado potencial de produção e distribuição de pólens e plântulas (predominantemente pelos fluxos eólico, fluvial, fluviomarinho e deriva litorânea). As dunas fixas intervêm diretamente na definição dos corredores ecológicos entre o tabuleiro pré-litorâneo s e o estuário. Refúgio de vida silvestre Habitat para populações residentes e migratórias (acolhida de aves migratórias). Os complexos estuarinos estão associados à elevada diversidade de avifauna; suporte ecossistêmico para as aves migratórias. As dunas resguardam suporte ecológico para uma diversificada fauna com a elevada diversidade de flora. Produção primária e de alimento Conjunto de componentes ecológicos vinculados à produção de componentes bioquímicos para a produção e distribuição de nutrientes para uma diversificada fauna e flora. Parte da produção primária bruta transformada em matéria prima e alimento. Reações geoambientais e ecodinâmicas associadas à formação, disseminação e consumo (produção de matéria orgânica) dos bosques de dunas fixas, mangue e demais componentes florísticos existentes nos ecossistemas. Vínculos complexos com a produção pesqueira. Recursos genéticos Produção de materiais e produtos biológicos para medicina, material científico, obtenção de genes resistentes a pragas e espécies ornamentais. Usos tradicionais da fauna e flora. Atividades de pesquisa. Abordagem integrada evidenciando os complexos de dunas fixas, áreas úmidas e estuarinos. Resgate de usos tradicionais da fauna e flora.
    30.161 de 65.000 Assinaturas
    Criado por Daniel Silva de Paula
  • #SOS PRAIA DO SOL
    Toda flora e fauna serão afetadas, senão exterminadas. Como a avenida prevê aterramento com pedras sobre área de preamar e restinga, é possível que toda a faixa de areia seja eliminada e a praia não tenha mais área para banhistas. As residencias da praia serão radicalmente desvalorizadas, o comércio terá uma redução significativa do movimento, levando a praia do sol a se tornar um mero bairro sem possibilidade nenhuma de balneabilidade e, com isso, sem o turismo que movimenta a economia da região. Existem alternativas e precisamos que a prefeitura discuta com os moradores e turistas este projeto.
    299 de 300 Assinaturas
    Criado por Maikon Birnfeld
  • Salvar a APA de Campinas
    Preservação do meio ambiente da fauna e da flora local, além de impedir o crescimento desordenado na região
    42 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Venancio
  • As Três Praias precisa do Espírito Santo
    A preservação das matas do mar da fauna marinha está sendo ameaçada, o acesso das pessoas a praia já que será um condomínio privado. Asfalto e esgotos e a derrubada de matas nativas.
    12 de 100 Assinaturas
    Criado por Fabíola Cristina Peterle Lisboa
  • Emissário Submarino nem pensar - Florianópolis/SC
    Florianópolis precisa de uma revisão imediata da sua gestão do saneamento com foco em alternativas tecnológicas sustentáveis e descentralizadas e conclusão da concepção geral do sistema de esgotamento sanitário da cidade conforme diretrizes do Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico e Plano diretor
    8 de 100 Assinaturas
    Criado por Carlos Apollaro
  • Não a Usina Nuclear em Itacuruba
    A cidade já sofreu bastante com a mudança de local devido a barragem, muitos foram embora para outras áreas nos chamados projetos, não tiveram o apoio necessário do governo. Hoje a cidade tem menos de 5.000 habitantes, além dessa Usina Nuclear que traz riscos a população e toda a região corre o risco de ser rebaixada por conta de uma ideia do governo de acabar com municipios abaixo de 5.000 habitantes.
    10 de 100 Assinaturas
    Criado por Rilmar Cantarelli Feitosa
  • FORA CATTALINI
    Imbituba é o BERÇÁRIO DA BALEIA FRANCA e é rica em belezas naturais. Tem vocação para o turismo ecológico, de aventura e esportivo e tudo isso estaria comprometido com a ameaça de uma explosão. Esta empresa já tem histórico de explosões no Porto de Santos, Paranaguá e em navios. Um desastre aqui destruiria o meio ambiente e o centro comercial do município. A poluição do mar e do ar é coisa que o imbitubense já vivenciou com a ICC (Indústria Carboquímica Catarinense) e não quer mais para si.
    996 de 1.000 Assinaturas
    Criado por Marcia Martins da Silva
  • Pela abertura preservação das encostas da Lagoa de Santa Rosa do Sul Sombrio e passo de torres.
    Para proteger a fauna local e para manter um local adequado para os pescadores dessa região.
    4 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Regina
  • Meia Ponte Vivo!
    Como fotojornalista, tive o privilégio de conhecer a nascente do rio Meia Ponte, localizada no município de Itauçu Goias. É um lugar mágico onde, a harmonia e a vida plena se misturam, tudo graças ao trabalho de um delegado de polícia Dr Luziano de Carvalho Titular da DEMA (Delegacia Estadual de Meio Ambiente), o proprietário da Fazenda São Geraldo onde nasce o rio senhor Geraldo e poucos parceiros privados. Realizaram a recuperação e a manutenção da nascente do Meia Ponte. Todos os dias milhares de metros cúbicos de água pura seguem para a capital de Goiás Goiânia, mas quando o rio entra na cidade é brutalmente bombardeado por uma carga altíssima e insana de, esgotos domésticos, industriais e muito lixo.Causando a sua morte biológica! Deixando claro que a má gestão e falta de campanhas de conscientização ambiental, são os fatores principais que culminam na morte do rio no perímetro urbano da capital goiana! #Não vamos mais beber água de esgoto.
    8 de 100 Assinaturas
    Criado por João Faria Faria