• Termelétrica em Peruíbe Não!
    O projeto da construção da usina termelétrica em Peruíbe está avançando rapidamente, sem levar em conta a opinião dos moradores da cidade e do entorno. O empreendimento de R$ 5 bilhões da Gastrading Comercializadora de Energia S.A prevê não só a instalação da usina, mas também de um porto, onde navios importariam gás através de um gasoduto que passaria pelo mar. Especialistas já afirmaram que os estudos apresentados pela empresa omitem vários riscos à saúde da população e a degradação do meio ambiente. Aumento da poluição e da incidência de câncer, ocorrência de chuva ácida e empobrecimento do solo são alguns dos impactos que podem ameaçar também a Estação Ecológica da Juréia, prejudicando diversas espécies da fauna. O projeto irá alterar também a infraestrutura local e afetar o turismo, pois nossa cidade deixará de ser ecológica para se tornar industrial, com um empreendimento nada sustentável que vai buscar mão de obra com treinamentos e certificações específicas em outras regiões. Não podemos deixar que o interesse econômico e político de alguns prevaleça sobre a qualidade ambiental de Peruíbe e cidades vizinhas e o bem-estar da população. Mais informações: Reportagem da CBN: http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/meio-ambiente/2017/08/14/MPF-INVESTIGA-LICENCA-AMBIENTAL-DE-TERMELETRICA-PROXIMA-A-ESTACAO-ECOLOGICA-EM-SP.htm Reportagem TV Tribuna: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/mpf-instaura-inquerito-para-fiscalizar-termoeletrica-em-peruibe.ghtml Protesto da população: https://redesustentabilidade.org.br/2017/03/29/populacao-de-peruibe-protesta-contra-implantacao-de-usina-termeletrica/
    1.967 de 2.000 Assinaturas
    Criado por Luis Arantes
  • Salve o Velho Chico
    Isso é muito importante, porque mudará drasticamente a vida de toda a população ribeirinha e comunidades circunvizinhas., devolvendo o respeito e a dignidade que o nosso rio merece.
    46 de 100 Assinaturas
    Criado por Maria Auxiliadora Coelho Silva
  • NÃO A BARRAGEM TÓXICA NO XINGU - BELO SUN NÃO!!!
    UMA BARRAGEM DE ALTO RISCO MAIOR QUE A DE FUNDÃO EM MARIANA/MG QUE ROMPEU ASSASSINANDO INÚMERAS PESSOAS E O RIO DOCE NO MAIOR DESASTRE MUNDIAL COM BARRAGENS DOS ÚLTIMOS 100 ANOS É O QUE PRETENDE CONSTRUIR A EMPRESA BELO SUN MINERAÇÃO NA BACIA DO XINGÚ COM O AVAL DO GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ. ESTA EXATA REGIÃO É A MESMA JÁ IMPACTADA PELA CONSTRUÇÃO DA TERCEIRA MAIOR UHE DO MUNDO, A UHE BELO MONTE COMPROMETE O MODO DE VIDA DE POPULAÇÕES TRADICIONAIS LOCAIS, TRIBOS INDÍGENAS INCLUSIVE DE ÁREA ISOLADA E ESTE PROJETO QUE ESTIMA-SE PREVÊ USO DE 37 TONELADAS DE CIANETO,ARSÊNIO E CHUMBO E UMA EXTRAÇÃO QUE PODE CHEGAR A 600 TONELADAS DE OURO EM PLENO CORAÇÃO DA AMAZÔNIA, NA CONTRAMÃO DE ACORDOS INTERNACIONAIS FIRMADOS PELO BRASIL. HÁ UMA AÇÃO NO STF ACO 2991 PELO CANCELAMENTO DESTE LICENCIAMENTO
    44 de 100 Assinaturas
    Criado por Carlos Couto Jr. Picture
  • Abaixo as usinas termoelétricas!
    Peruíbe, terra da eterna juventude, "Portal" da Juréia, local onde abriga uma das mais importantes biodiversidades do Planeta, que tem por histórico a luta de ambientalistas contra um usina Nuclear, em 1985, e a luta mais recente contra a instalação do Porto Brasil, proposta pelo ex-empresário Eike Batista, em 2oo8. Município do Estado de São Paulo, da República Federativa do Brasil, que possui vocação natural para a ecologia e turismo sustentável, indústrias de tecnologias limpas e fontes de energia renovável, está passando por uma proposta de instalação de uma Usina Termoelétrica, em perímetro urbano, de capacidade de potencia de 1.7oo MW de energia, que irá poluir a nossa atmosfera e transformar drasticamente a nossa paisagem. Visto isso, e considerando todos os acordos firmados internacionalmente, venho a público solicitar apoio a causa.
    56 de 100 Assinaturas
    Criado por Marcelo Saes Picture
  • Valorizem os Lixões!
    A importância desse tema é muito grande, todos devem enxergar isso! O lixo pode ser uma matéria-prima e voltar transformado para o comércio! A reciclagem gera mais empregos, mais renda. O lixo pode se transformar em energia, através da reciclagem energética, barateando os serviços. A valorização desse setor é benéfica para o meio ambiente e para a população.
    47 de 100 Assinaturas
    Criado por Rafaela Monara Araújo Picture
  • Destruição Eminente de Recursos Naturais e Atmosfera.
    Estamos diante de uma eminente catástrofe causada pela Indústria Agropecuária. Não podemos ficar de braços cruzados diante desta informação concedida pela ONU. http://www.un.org/apps/news/story.asp?newsID=20772 ""O gado é um dos que mais contribuem significativamente para os problemas ambientais mais sérios de hoje", disse Henning Steinfeld, do alto escalão da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). "Urgente, ação é necessária para remediar a situação." A criação de gado é também uma das principais fontes de degradação da terra e da água. A agropecuária é a maior produtora de gás metano do planeta e sozinha emite mais gases para o efeito estufa do que toda frota "mundial" de carros, caminhões, trens, navios e aviões. O gás metano da pecuária é 86 vezes mais destrutivo que o dióxido de carbono dos veículos. Vejamos: A Agropecuária é causadora da emissão do gás metano, a maior causadora do desmatamento Amazônico por fazendas de criação de gado e plantações para alimentação do gado. O consumo de água é absurdamente grande pois se inicia com a plantação de grãos que serão utilizados na alimentação do gado, em torno de 128,5 trilhões de litros de água e fazem sim parte do produto final. Notem o tamanho deste problema. O gado atualmente utiliza 30% da superfície total da terra, principalmente pastagens permanentes, mas também inclui 33% da terra arável global usada para produzir alimentos para gado. A Agropecuária é a maior causadora de desmatamento, especialmente na América Latina, onde, por exemplo, cerca de 70% das antigas florestas da Amazônia foram entregues ao pastoreio. Ao mesmo tempo, os rebanhos causam degradação da terra em larga escala, com cerca de 20% dos pastos considerados degradados pelo pastoreio, compactação e erosão. Este valor é ainda mais elevado nas terras secas, onde políticas e gestão inadequada do gado contribuem para o avanço da desertificação. O setor de gado está entre os setores mais prejudiciais aos recursos hídricos, cada vez mais escassos no planeta, contribuindo também para a poluição da água com resíduos animais, antibióticos e hormonais, produtos químicos de curtumes, fertilizantes e pesticidas utilizados para a pulverização. No Brasil, tivemos vários homicídios de homens e mulheres que lutaram sozinhos em uma guerra que deveria ser travada por todos nós, destaca-se o caso a Americana Dorothy Stang ativista dos direitos socioambientais, que morreu por lutar contra a devastação da Amazônia no Pará. Sabemos das dificuldades, então peço que “assinem”, vamos unir forças exigindo que as Organizações Ambientais façam a sua parte mediante a este problema Mundial e deixem de serem omissas. Diante do exposto e da complexidade do problema que se façam campanhas sem sessar de conscientização para a redução do consumo de carne. Estamos destruindo nossos recursos naturais em todo planeta. O Brasil contribui com cerca de 40 por cento para a produção agrícola global, a exportação de carne Brasileira tem trazido prejuízos aos recursos naturais do país. Em troca de que? Devemos exigir dos governantes mundiais, leis que limitem a expansão da Agropecuária urgente, que criem impostos de acordo com esse exorbitante consumo de água, que desencorajem os criadores, que criem iniciativas de biogás para reciclagem de estrume (como sita o relatório da ONU), que busquem de todas as formas possíveis amenizar este problema antes que se acabem os recursos naturais, uma vez que o consumo excessivo de água mediante a escassez é um problema ambiental cujos impactos tendem somente a aumentar. Acompanhamos diariamente campanhas abordando o efeito estufa pedindo para a população mundial haja de forma consciente. Ótimo, este é o dever de todos, cuidar em quando se pode, mas os governantes e as ONG's estão deixando de lado o “maior contribuinte para o efeito estufa” entre todos os emissores de dióxido de carbono e outros gases no Planeta : a Agropecuária, ela produz o Gás Metano a partir do excremento animal que é 86 vezes mais destrutivo que o dióxido de carbono, imaginem a grandeza disso se atualmente o gado utiliza 30% da superfície da terra de todo planeta e também 33% da terra arável global para produzir alimento de gado. Uma escala gigantesca de excremento produzindo o terrível metano sem sessar. Com isso, ainda temos a contaminação do solo e recursos hídricos por antibióticos, hormônios e produtos químicos diversos, fertilizantes e pesticidas. Sobre a água, de acordo com uma breve pesquisa descobri que para produzir cada 1 quilo de carne se consome 15.000 litros de água. Subentende-se que este consumo iniciasse desde a produção dos grãos no plantio até o consumo para o animal que necessitam de grãos e precisam intensamente de água. Um boi adulto pesa em torno de 12 a 18 arrobas/ 240 a 270 quilos. Entendesse que o boi para chegar a este peso são necessários 365 dias somando um total de consumo de água de 4.050.000 L (quatro milhões e cinquenta mil litros de água) por animal. Então pensemos se 30% da superfície da terra é tomada pela Agropecuária imagine a proporção deste consumo. A indústria Agropecuária é uma das que mais crescem atualmente e a perspectivas atuais é que cresça mais ainda para os próximos anos. De acordo com a revista Globo Rural de 2002 a 2016 a Industria Agropecuária cresceu o VBT de R$ 218,7 bilhões para R$ 503,6 bilhões. Só com muita disposição e ação conseguiremos. Para que nada aconteça, basta que ninguém faça nada. Assinem!
    55 de 100 Assinaturas
    Criado por Andre Bolonha Picture
  • Não a mineração na Metade Sul!
    Somos cidadãos gaúchos e gaúchas conscientes e preocupados com a necessidade de preservação do Bioma Pampa como um todo, CONTRA toda e qualquer atividade de mineração e extração de CHUMBO, METAIS PESADOS e FOSFATO em nossa região. O Bioma Pampa está exclusivamente em território gaúcho. (PEC 05/2009) Zelar por ele cabe a cada um de nós. Tudo que somos, tudo que temos, devemos ao BIOMA PAMPA, á natureza. Honremos a memória e o esforço do nossos antepassados. Nossos rios, terras e principalmente nossas futuras gerações agradecem. Participe deste movimento de preservação do Bioma Pampa.
    95 de 100 Assinaturas
    Criado por Edison Luis Berchon Picture
  • Chega de Pó Preto - Transparência e Fiscalização
    Imagina aquele dia de sol que você gostaria de relaxar e passar na praia, chegando lá, a única coisa que você encontra é um mar de minério de ferro, areia suja com esse pó, e tartarugas mortas boiando na água. Esse pó está sujando nossas praias e casas, estragando nossas paisagens e destruindo nossa natureza. Isso é CRIME AMBIENTAL! Os moradores estão sofrendo de doenças como rinite e sinusite por causa desse pó. Como prejudica o Meio Ambiente? Quando o pó preto cai na água, ele se deposita no fundo ou em uma coluna d’água e vira comida de molúsculos e outros animais que filtram o mar, como o mexilhão. Quando o pó ataca o ecossistema, causa mortes de seres vivos na água. Alguns não chegam a fase adulta e outros apresentam anomalias. Estudos comprovam que o pó preto afeta, por exemplo, os ouriços e impede que saiam da fase embrionária. Como pode ser evitado? A Vale deveria fechar toda a passagem de minério e carvão, por fora e por dentro da empresa, inclusive nos transportadores dos piers. Para isso, ambientalistas recomendam o uso de uma estrutura chamada de 'Domos', que funciona como um iglu. Já as chaminés devem ter filtros que bloqueiam partículas metálicas. Wind Fences funciona? Em 2009, a Vale instalou uma 'tela' que funciona como barreira de vento chamada 'Wind Fences'. A empresa disse que reduziu em 77,4% a emissão do pó. Mas, em 2012, o Iema disse que a ação resultou em uma redução de apenas 12,18%. Especialistas dizem que o vento leva partículas minúsculas, que sobem e conseguem ultrapassar a 'tela'. Precisamos de ter certeza de que nossos representantes estão tomando providências para a solução deste problema, antes que a situação piore e seja irreversível. Portanto, queremos que as reuniões da CPI do Pó Preto sejam gravadas e disponibilizadas para o povo, só assim poderemos verificar o que está sendo discutido.
    56 de 100 Assinaturas
    Criado por Isaac Feitosa Rodrigues
  • Bairro de Sepetiba pede socorro
    Sepetiba é um local histórico, de beleza única, e assim deveria ser tratado! O bairro era visto como um paraíso litorâneo, comparado com a região de Búzios, onde suas praias serviram como porto colonial para exportação de Pau-Brasil à Europa. Hoje, a região está abandonada pelas autoridades locais, estaduais e federais e mais do que isso: está entregue a empresas. A destruição de toda baía de Sepetiba e seu ecossistema parece que não vai parar. Queremos de volta nosso paraíso, com a recuperação da nossa fauna e flora, do turismo local e dos empregos perdidos. Somente nossa mobilização pode reverter essa situação! Todas as empresas que degradam a região devem custear a limpeza completa da baía e ressarcir pescadores que perderam seu ganha pão. Além disso, é necessário fiscalização constante dos órgãos competentes, para as irregularidades pararem de acontecer. Não aguentamos mais ver o nosso bairro e nossas vidas entregues à própria sorte.
    1.721 de 2.000 Assinaturas
    Criado por Danthe Laurentino Picture
  • Diga não ao consumo de CAÇÃO!
    Após o lançamento do filme "Tubarão", eles passaram a ser vistos como uma grande ameaça ao homem e assim começou uma caçada sem precedentes, que após esses anos já é responsável por diversas espécies de tubarões extremamente ameaçados. Como predadores por excelência, são fundamentais para manter o equilíbrio natural, a saúde dos oceanos e das populações de peixes. Além de que, estudos recentes mostram que o tubarão tem entre os mais altos níveis de mercúrio e outras toxinas perigosas encontradas em peixes, sendo assim seu consumo é prejudicial a nossa saúde. O consumo é tão culpado quanto a pesca e o comercio, pois ele da a força necessária para que continue.
    79 de 100 Assinaturas
    Criado por Gilbert Pjs Picture
  • Chega de poluição no Balneário Alegria
    Antes da quadruplicação da CMPC, nosso Balneário era arborizado, com diversidades de fauna, um ambiente agradável, a vizinhança era descendentes dos nativos, comercio local que satisfaziam as necessidades dos moradores. Hoje, o Balneário foi transformado em um lugar isolado, pouco arborizado, sem diversidade de fauna, o comércio local debandou e a população nativa está indo embora em consequência dos sérios impactos dessa indústria, vivenciados diretamente pela comunidade do entorno, com emissão de material particulado, odor de enxofre e outros químicos, ruído noturno excessivo que causa privação do sono da comunidade local. Precisamos da tua ajuda para resgatar este lugar, assim como a qualidade de vida de todos os guaibenses.
    1.000 de 2.000 Assinaturas
    Criado por katia Ferreira Picture
  • Redução de Amônia no Ar
    Por se tratar de um gás altamente tóxico a amônia agride as vias aéreas dos seres vivos, contamina água e solo, contaminando assim o meio ambiente de forma silenciosa.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Guilherme Souza Picture