• Lixeiras Beira Mar de Torres!
    Realizar a coleta seletiva EFICAZ faz parte do trabalho dos municípios e deve constar nos planos de gestão. Os benefícios desse processo são sentidos pelo meio ambiente e pela própria população. Tudo o que pode ser reciclado soma cerca de 40% do descarte doméstico, o que aumenta a vida útil dos aterros sanitários. Além disso, reciclar os itens diminui a poluição ambiental e o desperdício de recursos naturais – por mais que o objetivo principal da coleta seletiva eficaz seja reduzir o volume de lixo. Os benefícios econômicos são sentidos nas cidades pela geração de empregos.
    402 de 500 Assinaturas
    Criado por Praia Limpa Torres Projeto
  • Bitucas poluem e matam: Pressione os fabricantes e governos para ações urgentes!
    Precisamos cobrar ações diretamente dos governantes e dos grandes fabricantes de cigarro pela crescente preocupação com o meio ambiente por todo o mundo, visando especialmente o Brasil com as questões das crescentes queimadas e mudanças climáticas, pelas espécies e ecossistemas em risco de extinção, afinal, as bitucas de cigarros são um dos maiores poluentes mundiais e responsáveis por contaminação das águas, precipitação de incêndios nas florestas e tão pior, pela morte e extinção de espécies de aves e animais marinhos.
    6 de 100 Assinaturas
    Criado por Carla Gomes
  • PAREM COM O CORTE DE ÁRVORES NA CIDADE DE OURICURI
    As principais causas de desmatamento estão relacionadas às atividades humanas. A retirada da vegetação de um local para dar lugar à moradias, plantações ou para a utilização da madeira retirada, por exemplo, para a produção de energia, não é um processo recente, ocorrendo em todo mundo há séculos. No entanto, com o aumento das atividades econômicas , devido ao processo de globalização, e o desenvolvimento de novas tecnologias, a cada dia esse processo tem aumentado de forma descontrolada em algumas regiões, e as áreas antes ocupadas por regiões de florestas ou o verde vão dando lugar a áreas ocupadas pela agropecuária, pela mineração, pela exploração dos mais diversos recursos, além da urbanização. Ouricuri é uma cidade quente e falta de Política Ambiental para uma Cidade mais Verde Ainda, é importante destacar que a falta de políticas públicas na cidade de Ouricuri que garantam a preservação pode influenciar fortemente no processo de desmatamento estamos nessa luta para que esse conhecimento sobre o desmatamento de nossas Arvores chegue mais perto das pessoas e entendam que o desmatamento faz mal a todos da população. Outro fato a citar é como a pressão climática da cidade Ouricuri que não favorece a uma inserção de desmatamento de Arvores e sim Novas Árvores JUNTO COM AS QUE JÁ TENHAM não desmatando a que já tem pois o clima é muito quente e precisa de mais arvores plantadas na cidade e mudas de plantas nativas ,frutíferas e exóticas #nãoaodesmatamento.
    26 de 100 Assinaturas
    Criado por Gabriel Araujo
  • Proibição das carroças
    Acabar com essa exploração e coibir essas ações inaceitáveis nas cidades aos maus tratos desses animais.
    410 de 500 Assinaturas
    Criado por Adriana Amaral
  • Salve A Guarda Do embau
    É importante que olhem para cá e nos ajudem a combater a corrupção e parar de deixar a boiada passar!
    5 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Laurindo
  • Queremos mais lixeiras em Capão da Canoa - RS
    Capão da Canoa está se tornando referência negativa no litoral gaúcho pela falta de lixeiras. Moradores trabalham incansavelmente para retirar o lixo da praia e cobram as autoridades do município para que interfiram nos fatos. Após muita cobrança Prefeitura e Secretaria do Turismo se manifestaram superficialmente sobre a situação e não se vê nem sinal, por parte do poder público da cidade, de ações concretas em prol da limpeza e preservação da nossa praia. Importante: As pessoas de Capão da Canoa, do litoral gaúcho e do Rio Grande do Sul devem se unir nessa luta pela preservação de nossa praia e compartilhar essa petição com seus amigos e familiares para que a Prefeitura Municipal de Capão da Canoa e Secretarias responsáveis comecem a levar este assunto a sério.
    591 de 600 Assinaturas
    Criado por Tiago Dominguez
  • Salve o Ribeirão Baguaçu
    Desde as últimas décadas, tem-se observado que o governo e a sociedade estão unindo cada vez mais seus esforços para reverter o acelerado processo de degradação dos recursos naturais, buscando formas cada vez mais harmônicas de utilizar esses recursos. Nota-se, nos últimos anos, um aumento substancial no número de projetos de recuperação das matas ciliares, gerando também mais estudos para o conhecimento de seu funcionamento e desenvolvimento de formas mais eficientes de recuperá-las. As áreas de matas são responsáveis diretamente pela quantidade e qualidade de água dos rios. Na maioria dos casos, a simples recuperação das matas ciliares, bem como da cobertura florestal das nascentes, já é suficiente para que aumente a quantidade de água no rio e para que sua qualidade melhore sensivelmente. Mas essa é apenas umas das etapas de recuperação de um rio, devendo haver diversas outras atividades compartilhadas com órgãos públicos e sociedade civil. Este é nosso desejo, que a prefeitura reconheça esta necessidade imediata para garantir no futuro próximo que haja água limpa e saudável para todos os araçatubenses.
    169 de 200 Assinaturas
    Criado por JEAN CARLOS MACEDO
  • Cavalos soltos nas ruas não!
    - Vai garantir o bem estar animal; - Vai evitar acidentes; - Vai preservar da flora e da fauna em APP; - Vai manter a conservação da higiene/limpeza urbana. Assine!! Tua assinatura é um exercício de cidadania!! PARTICIPE!! Compartilhe!!
    586 de 600 Assinaturas
    Criado por Cristiano Carvalho
  • Alterações climáticas
    É importante lutar contra as alterações climáticas pois segundo o Greenpeace ,as emissões de gases do efeito estufa aumentaram ao longo dos últimos 10 anos mais rapidamente que durante todo o período entre 1970 a 2000.isso significa que se não controlarmos as nossas emissões de gasses teremos consequencias graves como: aumento de chuvas em algumas regiões ,aumento no nível do mar ,a saúde humana sera afetada diretamente com problemas de alergias, doenças transmitidas por mosquitos e etc.
    7 de 100 Assinaturas
    Criado por vitória camargo
  • NÃO AO DESMATAMENTO NA ZONA SUL DE PORTO ALEGRE
    Caros amigos e amigas, vamos lutar para que juntos consigamos DERRUBAR essas licenças de desmatamentos das matas na zona sul. Vamos defender nossa fauna, nossas matas, precisamos manter esse ambiente, essas matas maravilhosas que temos aqui na zona sul de Porto Alegre.
    1.436 de 2.000 Assinaturas
    Criado por Neusa Matos
  • Pelo tombamento do Jardim Alfomares
    É muito importante que o CONPRESP autorize o tombamento do local e impeça a devastação dessa área verde de São Paulo para que todos e as próximas gerações possam ver essa natureza viva, com suas árvores, pássaros e animais. História: “No final da rua da Fraternidade, no Alto da Boa Vista, não muito afastado do centro do bairro e ex-município de Santo Amaro, hoje parte do município de São Paulo, existe um portão de ferro trabalhado... e uma placa de cerâmica escrita: Rua da Fraternidade. Do lado esquerdo, outra placa, mas de folha-de-flandres, com o nome Jardim Alfomares... Isto porque, do outro lado do portão, existe um bosque...” (Blog de Ralph Giesbrecht) “Alfomares é uma gleba de terra incrustada no Alto da Boa Vista que pertenceu a Alfonso Martin Escudero, nascido em 10/06/1911, na Espanha. De família numerosa, o rapaz foi trabalhar como representante de tecidos. Muito trabalho e tempo depois, com conhecimento adquirido, participou de uma sociedade para atacado de tecidos. Casou-se com Lucía Lavandera Espina (faleceu em 21/07/2979). Em 1955, mudou-se para São Paulo, onde já havia algumas indústrias espanholas que ampliavam seu campo de desenvolvimento. Com o governo de Juscelino Kubitchek, que proporcionava subsídios para aplicação de capitais a lucros vultosos, fundou o Banco Alfomares, em 1968, que foi adquirido pelo Banestado do Paraná. Faleceu em São Paulo no dia 02/03/2990 e seus bens passaram a ser propriedade da fundação Alfonso Martin Escudero, em Madri. Surge a filha adotiva, residente na Espanha, Bianca Antonia Martin Escudero, que passa a ser legítima proprietária dos bens do pai.” (matéria de Carlos Fatorelli sobre a história do Jardim Alfomares, descrita no site www.emsintonia.com.br)
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Ângela Martins
  • Passagens da Biodiversidade Agora
    Esses corredores ecológicos impediriam novos acidentes, novas mortes de animais e de humanos, além do fato de que as autoridades públicas estariam respeitando a Lei, quando essa garante o direito à proteção ambiental e qualifica o poder público como aquele responsável pela preservação da fauna e flora. Recomenda-se que as passagens para a biodiversidade sejam construídos com urgências, aplicando os recursos do Fundo Único do Meio Ambiente do Distrito Federal (FUNAM-DF). Entre as rodovias solicitadas, está a Estrada-Parque Contorno (DF-001), nos trechos do ARIE Capetinga-Taquara, da Estação Ecológica do Jardim Botânico, do Parque Ecológico Bernardo Sayão, da ARIE Dom Bosco, da APM Córrego Alagado, nos trechos entre a Reserva Ecológica (RE) do IBGE e o Parque Ecológico Tororó, entre a APA do Lago Paranoá e a APA da Bacia do Rio São Bartolomeu e entre a Áreas de Proteção Ambiental (APA) Cafuringa e da Bacia do Rio Descoberto e o Parque Nacional de Brasília, além da construção dos túneis ou viadutos verdes na Estrada-Parque Indústria e Abastecimento, no trecho da Área de Proteção de Manancial Catetinho, onde estão três parques ecológicos, e entre a APA do Planalto Central (próximo ao PQNB) e a APA do Lago Paranoá, composta por 3 outros parques ecológicos nessa área. Todas essas áreas de proteção e ecológicas citadas preservam as principais nascentes do cartão-postal Lago Paranoá, do Lago do Descoberto, do reservatório de Santa Maria e outros corpos d'água, destacando suas importâncias.
    9 de 100 Assinaturas
    Criado por Miguel Dasos