• Fatequitibá
    A divulgação do parque é necessária para disseminar a educação ambiental para os moradores e escolas da região, a fim de conscientizar as pessoas da importância da preservação dessas áreas, bem como do bioma da Mata Atlântica que está cada vez mais sendo devastado gerando consequências como a extinção de espécies e a perda de biodiversidade.
    4 de 100 Assinaturas
    Criado por Alunos Fatec Cotia Picture
  • Reciclagem Legal
    A produção excessiva de lixo envolve diversas problemáticas, entre elas destaca-se a demora de decomposição de alguns materiais - como o plástico - e os recursos naturais utilizados para sua produção. Esses processos necessitam de grandes quantidades de água e energia, que liberam gases poluentes, além da liberação de resíduos sólidos e frequentes vazamentos de petróleo em ambiente marinho.
    6 de 100 Assinaturas
    Criado por Gabriella Massafera
  • Pela abertura preservação das encostas da Lagoa de Santa Rosa do Sul Sombrio e passo de torres.
    Para proteger a fauna local e para manter um local adequado para os pescadores dessa região.
    4 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Regina Picture
  • Desmatamento não, floresta sim.
    O que será das futuras gerações se às florestas tropicais forem destruídas.
    4 de 100 Assinaturas
    Criado por Ivan Nascimento
  • As lágrimas das praias do nordeste hoje são negras.
    Para que haja uma mobilização conjunta da sociedade, ganhando visibilidade e relevância. Com o objetivo de minimizar o prejuízo ambiental, econômico e social causado.
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Caroline Florencio bomfim
  • rodeio nao
    isso e importantante por que são vidas que estão correndo risco, a do animal que e torturado e morto dentro de uma arena de rodeio e a do peão,os organizadores de festas de rodeio não estão nem ai com a vida do animal ou do peão,poriço que e muito importante.
    4 de 100 Assinaturas
    Criado por Josuemagno Deoliveira Magno Picture
  • Meia Ponte Vivo!
    Como fotojornalista, tive o privilégio de conhecer a nascente do rio Meia Ponte, localizada no município de Itauçu Goias. É um lugar mágico onde, a harmonia e a vida plena se misturam, tudo graças ao trabalho de um delegado de polícia Dr Luziano de Carvalho Titular da DEMA (Delegacia Estadual de Meio Ambiente), o proprietário da Fazenda São Geraldo onde nasce o rio senhor Geraldo e poucos parceiros privados. Realizaram a recuperação e a manutenção da nascente do Meia Ponte. Todos os dias milhares de metros cúbicos de água pura seguem para a capital de Goiás Goiânia, mas quando o rio entra na cidade é brutalmente bombardeado por uma carga altíssima e insana de, esgotos domésticos, industriais e muito lixo.Causando a sua morte biológica! Deixando claro que a má gestão e falta de campanhas de conscientização ambiental, são os fatores principais que culminam na morte do rio no perímetro urbano da capital goiana! #Não vamos mais beber água de esgoto.
    7 de 100 Assinaturas
    Criado por João Faria Faria Picture
  • Parem o Corte de Arvores
    O Aquecimento Global é real e todos temos que fazer nossa parte, plante arvores ao invés de corta-las, economize água, não coloque fogo em mato, recicle o lixo. A Natureza agradece e suas futuras gerações também..
    7 de 100 Assinaturas
    Criado por Dolce Amore Picture
  • Praias Limpa Aracati
    O lixo deixado nas praias causa um impacto direto no ecossistema local.
    5 de 100 Assinaturas
    Criado por Jaime Teixeira
  • AJUDE O LITORAL BRASILEIRO
    O Brasil depende do comércio, indústria e alimentação de pescado e frutos-do-mar. O turismo perderá rentabilidade e aumentará o desemprego em massa. A água que poderia ser potável, deixará de existir para os brasileiros.
    13 de 100 Assinaturas
    Criado por Maria Paula Picture
  • 5 de 100 Assinaturas
    Criado por Nathaly Faria Picture
  • O futuro do transporte é zero em carbono
    Mais caminhadas Caminhar está conosco desde que os humanos aprenderam a ... você entendeu a idéia. E, ainda assim, existem algumas maneiras melhores de se locomover. As cidades estão finalmente acordando para caminhar. As zonas livres de carros e as áreas para pedestres transformaram os distritos comerciais e os centros das cidades de Nova York a York. Londres planeja se tornar a "cidade mais caminhável do mundo", melhorando as sinalizações e reconfigurando as passagens para pedestres, para proporcionar às pessoas esperas mais curtas e tempos de travessia mais longos quando atravessam a rua. Andar a pé não é para todos o tempo todo. Mas, ao tornar a caminhada mais atraente e fácil, as cidades podem reduzir o congestionamento, melhorar a qualidade do ar e incentivar mais atividades na vida das pessoas. Muitas viagens que fazemos são inferiores a 3,2 km. 42% das pessoas concordaram que poderiam andar tão facilmente quanto conduzi-los. Há muito potencial para caminhar! Mais ciclismo Andar de bicicleta é ótimo para cidades e pessoas que moram lá. As bicicletas são o "veículo de emissão zero" original, de modo que mais pessoas pedalam ajuda as cidades a responder às crises gêmeas de poluição do ar e à quebra do clima. As cidades estão aumentando drasticamente o número de pessoas que pedalam, separando-as com segurança de outro tráfego rodoviário. Em Copenhague, 62% das pessoas passam de bicicleta para o local de trabalho ou estudo. Mais mobilidade eletrônica Em todo o mundo, empresas como Lime, Bird ou Jump by Uber estão lançando milhares de scooters e bicicletas elétricas que são pagas por pedalada por meio de um aplicativo móvel. Esses serviços são potencialmente boas notícias para as cidades, pois facilitam o acesso das pessoas ao transporte público. Existem advertências embora. Esses sistemas precisam ser construídos para durar, com mecanismos fáceis e de baixa energia para manter as baterias carregadas. E, acima de tudo, eles precisam operar no interesse público - integrando-se aos sistemas de transporte público sem sujar as ruas ou colocar em risco o público. Transporte público mais renovável Trens, ônibus, balsas, bondes - essas são as espinhas dorsais do transporte urbano. Um ônibus pode transportar muito mais pessoas do que um carro, o que significa que pode transportar muito mais pessoas pela cidade. Menos carros Hoje existem carros em todas as cidades. Mas, à medida que avançamos em direção a transportes mais sustentáveis, isso precisa mudar. Menos carros beneficiarão maciçamente o bem-estar humano e a qualidade do ar. E também liberará espaço. Cargas disso. O estacionamento ocupa 517 km² de Los Angeles. É o suficiente para caber em uma cidade do tamanho de Cingapura. Imagine o que poderíamos fazer sem estacionamentos; poderíamos construir mais espaços verdes, mais lojas, mais restaurantes. As escolhas são infinitas. Mas os carros não desaparecem. Vamos precisar deles para algumas viagens - principalmente aqueles com necessidades adicionais. Para estes, serão necessários clubes de carros; carros que alugamos por minuto e compartilhamos com todos. Esses carros serão elétricos e pequenos, para garantir que eles usem energia em vez de consumi-la. E eles podem ser autônomos, se você quiser, com certeza.
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Slava Digriz Picture