• Bairro de Sepetiba pede socorro
    Sepetiba é um local histórico, de beleza única, e assim deveria ser tratado! O bairro era visto como um paraíso litorâneo, comparado com a região de Búzios, onde suas praias serviram como porto colonial para exportação de Pau-Brasil à Europa. Hoje, a região está abandonada pelas autoridades locais, estaduais e federais e mais do que isso: está entregue a empresas. A destruição de toda baía de Sepetiba e seu ecossistema parece que não vai parar. Queremos de volta nosso paraíso, com a recuperação da nossa fauna e flora, do turismo local e dos empregos perdidos. Somente nossa mobilização pode reverter essa situação! Todas as empresas que degradam a região devem custear a limpeza completa da baía e ressarcir pescadores que perderam seu ganha pão. Além disso, é necessário fiscalização constante dos órgãos competentes, para as irregularidades pararem de acontecer. Não aguentamos mais ver o nosso bairro e nossas vidas entregues à própria sorte.
    1.720 de 2.000 Assinaturas
    Criado por Danthe Laurentino Picture
  • Diga não ao consumo de CAÇÃO!
    Após o lançamento do filme "Tubarão", eles passaram a ser vistos como uma grande ameaça ao homem e assim começou uma caçada sem precedentes, que após esses anos já é responsável por diversas espécies de tubarões extremamente ameaçados. Como predadores por excelência, são fundamentais para manter o equilíbrio natural, a saúde dos oceanos e das populações de peixes. Além de que, estudos recentes mostram que o tubarão tem entre os mais altos níveis de mercúrio e outras toxinas perigosas encontradas em peixes, sendo assim seu consumo é prejudicial a nossa saúde. O consumo é tão culpado quanto a pesca e o comercio, pois ele da a força necessária para que continue.
    79 de 100 Assinaturas
    Criado por Gilbert Pjs Picture
  • Salve a Serra do Curral
    A Serra do Curral é o símbolo de Belo Horizonte! Ela integra o maciço da Serra do Espinhaço e é um importante marco geográfico, histórico e paisagístico do país. Eleito na década de 90 como símbolo de Belo Horizonte, hoje é uma área tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. Atualmente a Serra do Curral é uma área de proteção ambiental e abriga várias espécies em extinção, além dos seus remanescentes de Mata Atlântica, Cerrado, Campos Altimontanos e significativos mananciais de água. No local, existe uma grande preocupação com a reprodução das espécies e com os riscos advindos da proximidade com a região urbana. O que está acontecendo com a Serra do Curral? A Serra do Curral está sendo ameaçada pela ambição e irresponsabilidade do homem, tendo sido palco de incêndios, focos de mineração e exploração econômica do estacionamento do Parque das Mangabeiras, com a derrubada de árvores e a realização de mega shows. Além disso, também são realizadas intervenções no prédio do antigo Hospital Hilton Rocha, visando a construção de um novo edifício que impedirá a criação do Corredor Ecológico, que ligaria o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça ao Parque Estadual da Baleia. Para ser ter uma ideia, o imóvel passará a ter um novo prédio de 7 andares, com um comprimento total de 270 metros e com área construída de 35 mil m2. A título de comparação, trata-se de uma área muito maior que o dobro do espaço que existe atualmente, considerando que hoje são 107 metros de comprimento! A destruição ambiental já está ocorrendo com a derrubada de árvores, evasão de animais silvestres, problemas na reprodução de animais já em extinção, risco de contaminação de nascentes e outros danos irreparáveis à natureza e futura gerações. O meio ambiente ecologicamente equilibrado é essencial à manutenção da qualidade de vida e da saúde da população, pois deve estar destinado à posteridade, por ser um direito e um dever entre gerações, impondo-se ao Poder Público e à coletividade a obrigação de defendê-lo e preservá-lo. Com a criação do Corredor Ecológico da Serra do Curral poderemos restabelecer a conectividade para favorecer o deslocamento das espécies de um ecossistema para o outro.
    750 de 800 Assinaturas
    Criado por Leonardo Magalhães
  • Chega de poluição no Balneário Alegria
    Antes da quadruplicação da CMPC, nosso Balneário era arborizado, com diversidades de fauna, um ambiente agradável, a vizinhança era descendentes dos nativos, comercio local que satisfaziam as necessidades dos moradores. Hoje, o Balneário foi transformado em um lugar isolado, pouco arborizado, sem diversidade de fauna, o comércio local debandou e a população nativa está indo embora em consequência dos sérios impactos dessa indústria, vivenciados diretamente pela comunidade do entorno, com emissão de material particulado, odor de enxofre e outros químicos, ruído noturno excessivo que causa privação do sono da comunidade local. Precisamos da tua ajuda para resgatar este lugar, assim como a qualidade de vida de todos os guaibenses.
    996 de 1.000 Assinaturas
    Criado por katia Ferreira Picture
  • Itabaiana Verde
    Isso é importante para manter os animais que vivem em árvores ainda aqui em Itabaiana, para termos ainda ar puro para respirar e para manter o verde de nossa cidade.
    2 de 100 Assinaturas
    Criado por Mundo Melhor
  • Vamos transformar o mundo apenas juntos
    Bom, é importante para vós e para nós. Tendo em mente que o mundo que vivemos é finito e estamos fazendo este fim, estamos criando a extinção de todos os seres, até nós humanos, por pura ganância e ignorância. Querem praticidade mas não importa com o depois; temos que relembrar também, antigamente não existia plásticos, e mesmo assim todos viviam e também não tinha tóxicos nos alimentos e hoje se encontrar um bichinho no alimento estamos dando graças pois não tem tanto agrotóxicos. Quero evitar um futuro horrível, de chuva ácida e um ar insuportável para novas gerações.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Tifany Ramalho Moreira Picture
  • Não ao Porto no Litoral Norte do RS
    Alegam que em Santa Catarina já há cinco portos desse tipo, mas omitem o fato de lá haverem costões graníticos e baías protegidas que minimizam os danos ambientais. Além de todos os riscos ambientais, há argumentos mostrando cabalmente a inviabilidade econômica do empreendimento (o que levanta muitas dúvidas sobre a idoneidade dos envolvidos): os 5 portos de Santa Catarina não alcançam juntos 70% da capacidade do porto já existente em Rio Grande (que é, tecnicamente falando, um super porto); a construção de novo porto afastado no litoral norte vai implicar dragagem específica e permanente; há áreas disponíveis perto de Rio Grande para construção de novos terminais (o que aumentaria inclusive a eficácia e competitividade do novo empreendimento); um investimento infinitamente menor em ferrovias, hidrovias e estradas já existentes resolveria de forma muito mais eficaz as supostas demandas de escoamento e logística que estariam motivando a construção do novo porto. Mais informações: https://aletche.blogspot.com/2019/02/nova-ameaca-ao-meio-ambiente-novo-porto.html.
    205 de 300 Assinaturas
    Criado por Alessandro Zir Picture
  • Todos pelo meio ambiente
    Precisamos salvar o meio ambiente pois sem ele não sobrevivemos.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Sabrina Pinheiro
  • Esteio quer respirar!!!
    Pela saúde dos esteienses, das cidades vizinhas, pelo ar e pelo planeta!
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Sandra Beatriz Silveira Picture
  • Praia sem petroleo
    Para que os animais nao morram
    3 de 100 Assinaturas
    Criado por Caroline Dos Santos
  • “Sustentabilize” Japeri
    Para que mais uma ação parta, ainda que seja em uma cidade pequena, e, com isso, seja exemplo para cidades vizinhas.
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Isabel Santos
  • Salva a mata atlântica da princesinha do marciço
    Nos da nossa cidade dependente dela apreciar os bichos o clima pra nossa cidade a beleza por os turistas que apreciar tanto importante por açudes e das nacentes onde vem água nossa cidade e risquicima em lençóis de água e isso
    1 de 100 Assinaturas
    Criado por Gabriel Costa