Para: Maria Helena e Ricardo Salim

Contra o Desmatamento na Gávea

Contra o Desmatamento na Gávea

A qualquer momento uma área verde que faz conexão com a Floresta da Tijuca pode ser completamente desmatada pela especulação imobiliária. São 37 árvores num terreno onde circula uma grade variedade de animais silvestres como tucanos, macacos prego, gambás e pássaros.

Elas darão lugar a uma luxuosa construção de 750m2 (com sete quartos, 14 banheiros, salão de festa, bar, academia e elevador), numa área em que a legislação só permite a construção de residência UNIFAMILIAR, destrói a área verde e é totalmente descaracterizada em relação ao entorno e a tranquilidade da região.

Por que isso é importante?

Na quinta-feira, dia 04 de outubro, um grupo de 30 moradores se reuniu em frente ao terreno para impedir a entrada das motoserras. O terreno foi preservado, mas não há qualquer sinalização por parte dos proprietários de que desistirão desse empreendimento.

Esta área verde da Gávea continua sob risco iminente de desmatamento e é por isso que precisamos reunir um grande número de assinaturas, que serão entregues ao proprietário do terreno para que entenda que essa questão é de todos nós.

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Maps © Stamen; Data © OSM and contributors, ODbL


Motivos para assinar

  • Não é justo que mais uma vez a Natureza seja destruída por pura ambição.
  • Eliminar um corredor ecológico como esse da Gavea, pode gerar inúmeros impactos para a Floresta da Tijuca, que os empresários possam compreender toda essa importância e que as autoridades locais possam intervir a favor da preservação desse local.
  • Área Verde é prioridade !

Atualizações

2018-10-06 16:27:37 -0300

1,000assinaturas alcançadas

2018-10-05 19:25:35 -0300

500assinaturas alcançadas

2018-10-05 07:30:02 -0300

100assinaturas alcançadas

2018-10-04 23:12:13 -0300

50assinaturas alcançadas

2018-10-04 22:53:27 -0300

25assinaturas alcançadas

2018-10-04 22:46:58 -0300

10assinaturas alcançadas