Para: Governo do Maranhão e Governo Federal

Despoluição do Rio Anil

Despoluição do Rio Anil

Há muitos anos o Rio Anil sofre com o descarte indevido de poluentes em seus afluentes. Tal situação afeta diretamente o ecossistema dos mangues. Além de haver o desmatamento das matas ciliares do Rio Anil, a poluição por plásticos entre outros geram consequentemente problemas não só para a população local, mas em nível global, tendo em vista que tais poluentes são levados até os mares, que por sua vez levam até o oceano, prejudicando de forma gravíssima a vida marinha e a saúde dos ribeirinhos, com a disseminação de doenças. A principal causa desse problema é a ausência de saneamento básico e o descarte indevido dos lixo por parte dos próprios moradores, sendo daquela região ou não.
Diante dos fatos apresentados acima, é indubitável a necessidade urgente de haver uma intervenção pública por parte do Governo do Maranhão (Secretaria do Meio-Ambiente) e Governo Federal (Ministério do Meio-Ambiente) para mudar essa situação, promovendo obras de infreestrutura e canalização do esgoto para Estacões de Tratamento de Esgoto (ETE's), além de promover campanhas socioeducativas que incentivariam as pessoas a realizarem o descarte de forma correta do seu lixo, pois somente assim será possível trazer para o presente o que era realidade no passado: a diversidade de vida na fauna e flora do Rio Anil.

Por que isso é importante?

Tal atitude é importante pois afetará de forma positiva as gerações futuras e contribuirá para a conscientização social, promovendo assim uma diminuição significativa da destruição da natureza, que é algo vital para a existência dos seres humanos.

São Luís - Maranhão

Maps © Stamen; Data © OSM and contributors, ODbL